A cantora Joelma virou assunto nos últimos dias após fazer shows pelo Brasil com o rosto muito inchado. Desde a última segunda-feira (6), a artista está internada no Hospital São Luiz, em São Paulo, para fazer um check-up.

Pelo último boletim médico, divulgado na tarde de ontem (9), foi detectado "um quadro de esofagite, gastrite e edema, complicações possivelmente decorrentes da infecção pelo coronavírus". Joelma já havia acalmado os fãs em uma das apresentações da turnê Isso é Calypso

"Um mês atrás eu peguei meu quarto Covid, e toda vez que eu pego as sequelas veem todas de novo. É muito inchaço, muita alergia, é muito tudo. É muito muito, mas eu não desisto", explicou a cantora.

Joelma pegou Covid quatro vezes, e os efeitos colaterais dos corticoides, usados em alguns pacientes infectados, podem ser a resposta para a preocupação dos fãs diante do inchaço no rosto da cantora.

"O uso de corticoide pode causar o acúmulo de líquido e o inchaço na região do rosto. Além disso, existem também algumas doenças que levam ao excesso de produção do nosso corticoide endógeno, o chamado cortisol, quando temos tumores na glândula adrenal [por exemplo]. Nos dois casos, o indivíduo tem o mesmo quadro, que é a chamada síndrome de Cushing. Tem também um termo que usamos que vem do inglês chamado de 'moon face', que é a 'face de lua cheia', porque fica só no rosto, com a bochecha aumentada", explica Américo Cuvello Neto, nefrologista e clínico geral do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.