A equipe de Paulinha Abelha compartilhou, nesta quinta-feira (31), o laudo médico que apresenta o motivo da morte da artista. De acordo com o documento, requerido pelo viúvo da cantora, Clevinho dos Santos, ela morreu por decorrência de "um processo infeccioso no sistema nervoso central, conforme consta na certidão de óbito, e não decorrente de intoxicação exógena medicamentosa".

O laudo, assinado pelo médico perito Nelson Bruni Cabral, afirma ainda que as lesões renais apresentadas pela artista não têm nenhuma relação com o uso de medicamentos. "Baseado nos documentos médicos analisados, a lesão hepática não tem nexo causal com os medicamentos prescritos pela Clínica Cavallaro [a médica nutróloga Paula Cavallaro acompanhava Paulinha] e durante a internação hospitalar [nos hospitais Unimed SE e Primavera]", diz.

"Exames realizados evidenciam uma infecção em sistema nervoso central, com a celularidade demonstrando a hipótese diagnóstica de uma meningite", informa o documento.

O médico também declara que, para ele, "não foi evidenciada a presença de conduta médica inadequada" e "não há elementos para estabelecer se a procura médica antecipada por atendimento médico, neste caso, poderia conter a evolução da doença".

A seguir, confira o laudo médico na íntegra: