O homem que matou a jovem Mayara Maria Santos da Silva, de 22 anos, foi liberado após se apresentar à polícia na sexta-feira (24). O crime aconteceu no dia 18 de dezembro, na localidade conhecida como Sítio Boqueirão, em Canapi. Com a presença de um advogado, José Miguel de Oliveira, 60 anos, foi até a delegacia de Polícia Civil do município e contou detalhes sobre o crime, que teve até um áudio divulgado, onde o autor e a vítima brigavam e então disparos eram efetuados.

Para o site do Ítalo Timóteo, o delegado Daniel Mayer disse que José se apresentou espontaneamente e foi liberado porque não havia mandado de prisão contra ele e o homicídio já não era tratado como flagrante.

“Ouvimos ele, colhemos os detalhes e vamos continuar trabalhando para dar uma resposta a altura aos familiares da jovem e também da sociedade", afirmou o delegado ao site.