O Senador por Alagoas, Rodrigo Cunha, usou as redes sociais na noite de segunda-feira, 25, para repudiar a soltura do ex-deputado Talvane Albuquerque, responsável pelo assassinato da deputada federal Ceci Cunha, mãe de Rodrigo Cunha.

A arapiraquense Ceci Cunha foi assassinada, junto ao marido e mais dois familiares na varanda de casa, no bairro Gruta de Lurdes, em Maceió. O crime ocorreu em 1998, ficou conhecido como Chacina da Gruta de Lourdes e foi encomendado por Talvane Albuquerque para que Ceci não tomasse posse na Câmara Federal, vaga da qual Talvane era suplente.

Nas redes sociais, Rodrigo Cunha chamou o caso de 'impunidade' e disse que espera por justiça.

"Libertar o assassino da minha mãe, do meu pai Juvenal e de mais dois parentes representa mais um capítulo na história da impunidade em nosso estado e em nosso país. O criminoso Talvane Albuquerque, condenado a mais de 103 anos de prisão, está solto. Como pode??? Eu e minha família repudiamos esta soltura e não temos palavras capazes de expressar nosso lamento e nossa agonia".

Talvane Albuquerque deixou a carceragem na última segunda-feira, 25, ele cumpria a sentença após conseguir progressão de pena para o regime semiaberto. Atualmente, o réu passa a ser monitorado fora do presídio.

"Mais uma vez, revivemos dolorosamente o luto que nos fere há mais de duas décadas. Seguiremos lutando e não vamos perder a fé na Justiça. A vida humana não pode ser tratada com tamanho menosprezo e quem causou tanto mal merece punição", completou Cunha na publicação.